Benefícios da tecnologia para a produção de café

Por Luisa Gonçalves - Strider

0

Usando o exemplo da soja, já falamos aqui sobre como cada cultura tem suas demandas específicas e como a tecnologia já é capaz de atendê-las, atuando de maneira personalizada e tornando as operações da fazenda mais assertivas.

As plantações de café, por sua vez, também são um exemplo disso! Fique por dentro de algumas dessas necessidades e entenda como a tecnologia pode contribuir com particularidades como aplicações preventivas contra pragas características, as condições e o momento certo da colheita, e justificativas a serem feitas para que o café possa ser devidamente certificado.

Fatores que impactam a produção de café

Clima

A lavoura de café é extremamente dependente das condições climáticas: não é possível colher quando está chovendo e os grãos não podem molhar quando estão no processo de secagem. Por isso, o produtor precisa ser capaz de acompanhar o clima e, assim, programar melhor suas atividades.

Pragas

A qualidade do café cai significativamente se o nível de infestação passa de 2-3%. Ou seja, o monitoramento de agressores como a broca do café, o bicho mineiro e a ferrugem é essencial. Além disso, as aplicações contra a ferrugem costumam ser feitas apenas de maneira preventiva, pois ela se alastra muito rapidamente. Desse modo, as medidas devem ser tomadas com extrema precisão.

Certificações

As certificações do café atestam a qualidade do produto, permitindo aos agricultores, por exemplo, exportarem a produção. No entanto, para que o café seja certificado, é preciso, dentre outras coisas, minimizar e justificar as aplicações feitas na lavoura.

Como a tecnologia pode contribuir?

Precisão acerca das condições ambientais

Através de softwares de monitoramento do clima, o agricultor já é capaz de acompanhar, além da previsão do tempo, outras informações do ambiente. Por meio de dados coletados e de diagnósticos feitos através de análises inteligentes, é possível saber a temperatura e a umidade relativa do ar e, desse modo, articular a colheita no momento ideal.

Maior eficiência no manejo de pragas

Além de softwares de monitoramento de pragas, que permitem acompanhar o desenvolvimento de fungos, doenças e daninhas, indicando pontos críticos nas lavouras, existem, também, softwares de gestão capazes de rastrear máquinas e acompanhar aplicações. Eles, por sua vez, permitem ao produtor se certificar de que não estão havendo puladas de rua ou sobreposições de spray, para que, por exemplo, a ferrugem não se prolifere.

Acesso a relatórios de atividades

Alguns softwares de monitoramento de pragas também já oferecem dados como históricos de aplicações e de nível de infestação por talhão, que ajudam o agricultor não só a se organizar melhor, planejando as operações executadas, mas reduzi-las e a justificá-las.

Já está sabendo do Strider Day, o evento que vai revolucionar o agronegócio, com debates impactantes sobre tecnologia? Clique aqui e garanta já sua presença!

Assista também: Jornada de Sucesso – Shimada Agronegócios. Acompanhe nossas redes sociais em Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.