Chuvas elevam potencial produtivo do algodão

0

Após semanas enfrentando estresse hídrico, chuvas trazidas por uma frente fria para diversas regiões do Brasil contribuíram para os últimos estágios de desenvolvimento de lavouras ao Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país.

Em muitas cidades, o índice pluviométrico chegou a mais de 30 milímetros e as principais safras beneficiadas são a da cana, do milho, dos citros e do café. Entretanto, a colheita da cana, bem como a qualidade de grãos de feijão que já passavam pelo processo de secagem, foram prejudicadas pela chuva.

Além disso, as chuvas também elevaram o potencial produtivo do algodão e não trouxeram riscos de apodrecimento das maçãs do baixeiro, apesar da umidade.

A frente fria continua a avançar pelo país e, levando uma massa de ar polar moderada, pode provocar chuvas em apenas algumas regiões, como o norte de Minas Gerais e ao sul da Bahia. Ao fim desta semana, uma nova frente fria avançará pelo Sul do Brasil, trazendo baixas temperaturas e novas chuvas.      

Quer saber mais? Clique aqui para ler a matéria completa do Climatempo para o Grupo Cultivar.

Leia também: Tecnologia Sem Barreiras. Acompanhe nossas redes sociais em Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.