Como as mudanças climáticas podem afetar a agricultura?

por Jéssica Marques

0

As mudanças no clima previstas para os próximos anos devem afetar diversos setores da sociedade, incluindo a agricultura. Estamos falando de uma atividade altamente dependente de fatores climáticos, por isso, essa mudança pode afetar a produção agrícola causando perdas significativas nas safras e alteração geográfica dos locais.

Um estudo publicado no último mês pela revista Nature prevê, para os próximos anos, temperaturas mais altas em todo planeta, com base em dados até 2017. As médias de temperatura podem ser entre 0,02°C e 0,07°C a mais do que as registradas no último ano. Ou seja, esse aumento é considerado anormal.

Os impactos causados por essas mudanças podem ser percebidos por agricultores em todo o planeta. Pensando nisso, é importante criar alternativas para diminuir a dependência da agricultura em relação ao clima!

Afinal, o que são as mudanças climáticas?

Existem algumas variabilidades de clima que provocam mudanças de temperatura tanto em uma região como no planeta inteiro.O El Niño e La Niña são exemplos fenômenos que alteram a temperatura por um curto período. Porém, isso não deve ser confundido com mudanças climáticas.

 

storagechg_web

Mudanças climáticas são as variações significativas no estado médio do clima ou em sua variabilidade, persistindo por um período longo de tempo. Podem se originar de processos naturais, por mudanças causadas pelo ser humano, ou pelo efeito somado de ambos os processos.

Como os agricultores podem fazer para resistir às mudanças?

  • Investindo em planejamento

É importante que as fazendas e cooperativas incorporem ao processo de planejamento produtivo a gestão de riscos decorrentes das mudanças climáticas. Ao identificar os riscos e vulnerabilidades da fazenda, será mais fácil mitigar os prejuízos e se adaptar às mudanças que são inevitáveis. Tecnologias que usam mapas de calor para identificar áreas sensíveis da safra e que sugerem outras análises preditivas são boas soluções. Estar sempre atento às previsões também é fundamental.

  • Identificando as áreas de sensibilidade da lavoura

A sensibilidade é dada pelo impacto de um perigo climático na lavoura, isto é, se as culturas plantadas em sua fazenda são resistentes ao aumento de temperatura ou se são resistentes ao déficit hídrico, por exemplo. Após essa identificação, é preciso saber quais os limites da sensibilidade e, a partir disso, buscar a solução ideal.

  • Adotando sistemas de irrigação

Esses sistemas normalmente são usados quando há déficit hídrico. Mas não é qualquer tipo de irrigação que diminui a dependência da agricultura no clima, pois, para irrigar, é necessário água e consequentemente, chuva. Apenas com uma irrigação sustentável e inteligente; onde você utiliza apenas o necessário de água, que é possível se tornar realmente menos dependente do clima e menos dependente das mudanças climáticas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.