Conheça 3 Práticas Para Uma Produção Mais Sustentável

0

Tema cada vez mais recorrente nos dias de hoje, a sustentabilidade diz respeito à ideia de que, para produzir, é preciso pensar no futuro: minimizar danos ao meio ambiente e poupar recursos naturais não-renováveis, de modo que ainda estejam disponíveis para as próximas gerações.

Entretanto, no caso do agronegócio, empregar práticas sustentáveis se faz necessário, também, uma vez que deteriorações ambientais tal qual a poluição da água, o desgaste e a perda de nutrientes do solo podem afetar a produtividade no campo, por exemplo, limitando o acesso à água potável e restringindo a área cultivável das fazendas. Ou seja: trazem sérias consequências a curto prazo e para o próprio produtor rural.

Além disso, a sustentabilidade na agricultura acaba por oferecer outras vantagens, pois engloba atividades economicamente viáveis, capazes de contribuir para a redução e o controle de gastos, como os de irrigação e fertilização. Confira aqui algumas práticas e benefícios de adotá-la.

Economia de água

A água é, sabidamente, um recurso natural não-renovável fundamental para a vida na Terra. Sendo assim, ao adotar sistemas de irrigação dê preferência para aqueles nos quais o escoamento acontece pouco a pouco e, portanto, consomem menos água. Exemplos disso são a irrigação por gotejamento ou aspersão. Procure, também, investir em mecanismos capazes de captar e reaproveitar água da chuva.

Dito de outra forma, para uma produção sustentável é preciso administrar o uso de recursos hídricos de forma responsável, o que implica em planejar a redução do consumo.

Rotação de culturas

A rotação  implica em alternar o que é cultivado em determinada área. E, ao fazê-la, é interessante tirar proveito das culturas, escolhendo aquelas capazes de proporcionar benefícios tanto ao solo quanto às próximas plantações.

Dessa forma, ela pode ser considerada uma prática da agricultura sustentável, uma vez que a diversidade da vegetação permite que nutrientes específicos sejam absorvidos em momentos diferentes, contribuindo para que o solo tenha tempo para se recuperar, prevenindo, assim, sua deterioração.

Além disso, outra vantagem da rotação de culturas é o fato de que ela ajuda no controle de pragas tal qual fungos, daninhas e insetos, pois elas não costumam afetar igualmente uma série de lavouras, mas são exclusivas de determinadas plantações.

Adubação verde

A adubação verde consiste em técnicas capazes de minimizar o uso de produtos químicos, priorizando o uso de plantas já cultivadas para essa finalidade, ou o reaproveitamento de resíduos provenientes dos processos da fazenda.

Assim, ao repor nutrientes do solo, melhorando sua fertilidade, reduzem-se gastos e, ao mesmo tempo, evita-se que esses resíduos sejam descartados de maneira inadequada, contaminando, por exemplo, a nascentes de água.

A agricultura sustentável é, assim, capaz de contribuir para que a produtividade rural continue a crescer de maneira consciente, assegurando o bem-estar de nossos filhos e netos.

Leia também: Saiba Tudo Sobre os Riscos e Danos do Frio Para a Agricultura. Acompanhe nossas redes sociais em FacebookInstagramLinkedIn e Youtube.

Por Luisa Gonçalves – Strider

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.