Existe uma nova forma de aplicar reguladores de crescimento no algodão, e você precisa conhecer!

0

Na cultura do algodão o crescimento excessivo do algodoeiro pode trazer resultados indesejados para o produtor, como a redução do número de “maçãs” – estruturas que geram a pluma.  Plantas muito grandes também geram sombra nas plantas ao redor, e estão mais suscetíveis a doenças e dificultam a colheita.

A redução deste crescimento não desejado é feita através da inibição do crescimento dos galhos, por meio de reguladores de crescimento. Entretanto, aplicar estes reguladores para que as plantas fiquem com o tamanho ideal não é tarefa simples.

O manejo dos reguladores de crescimento foi citado por produtores de algodão como o terceiro maior problema que pode comprometer toda a cultura, logo após infestações por bicudo e a interferências do clima. Os fitorreguladores reduzem a altura e o comprimento dos ramos, facilitam o manejo, os tratos culturais e a colheita. Mas aplicá-los em plantas ainda pequenas  também não é o ideal para lavoura, já que plantas pequenas podem produzir menos do que deveriam, comprometendo o plantio.

Operação de ponta a ponta

Acertar o timing de aplicação de reguladores é um desafio. O decisor  precisa fazer com que o produto chegue somente nas regiões corretas, sem atingir plantas muito pequenas ou que já estão na altura ideal, e a tarefa torna-se muito mais complicada sem usar nenhuma tecnologia.

A novidade está nos softwares de gestão operacional do campo. Os sistemas geram mapas de calor – que mostram os locais consideradas “críticos” pelo decisor – e aplicam os reguladores em taxa variável na localização exata das manchas com desvio de crescimento.  

Quem adquire o sistema escolhe entre duas modalidades de aplicação: uma dose para cada intervalo de altura da planta, ou aplicação em dose fixa somente nas regiões com crescimento fora do padrão.

Usando essa nova estratégia, o produtor aumenta o consumo correto de reguladores, uma vez que interrompe a aplicação em 100% da área e passa a fazer  várias pequenas correções de altura nos talhões no momento exato. Automaticamente, aumenta sua produtividade e qualidade da sua produção.

Leia mais notícias e novidades no Blog Por Dentro do Agro. Acompanhe nossas redes sociais em Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.