Strider na Estrada: três dias em terras mexicanas

0

 

Por Rafael Malacco

Quando me disseram que eu seria responsável pela implantação do PROTECTOR no primeiro cliente da Strider no México, me senti honrado. Em primeiro lugar, pela oportunidade de realizar o trabalho e, em segundo, porque é gratificante saber que a nossa tecnologia está se expandindo e ganhando novos mercados.

Então, me preparei para a viagem, estudei as formas de monitoramento utilizado nas culturas que ia visitar, pragas, doenças e problemas encontrados na região. Os desenvolvedores da Strider também trabalharam para personalização do software, para que ele fosse bem aceito e facilmente incorporado na rotina dos novos clientes.

Parti para a cidade de Los Mochis, no estado de Sinaloa, Noroeste do México, uma cidade agrícola no litoral do pacífico. Mesmo confiante, por já ter realizado trabalhos similares, senti uma pontinha de ansiedade. A responsabilidade de representar a empresa em um novo país não é pouca e exige bastante preparação.

No primeiro dia, fui recebido por Juan e Hirvin, ambos funcionários da Syngenta – uma empresa de atuação global especializada em produtos para o agronegócio. Com sorrisos abertos logo me perguntaram: tienes hambre? Vamos a comer unos tacos?

Eles tinham dúvidas em relação à nova tecnologia: ¿funcionará?. Logo os tranquilizei e tratei de entender sobre a safra de batata na região. Com as malas ainda na carroceria fomos para o campo (logo ali, ao lado da cidade). Eles me explicaram tudo, desde o plantio até colheita e poucas vezes pude ver uma equipe tão entusiasmada com o que faz. Percebi então que não seria um trabalho difícil, afinal, eles são apaixonados pelo que fazem – exatamente como nós!

Rafael Malacco em Los Mochis, México
Rafael Malacco em Los Mochis, México.

No segundo dia, mostrei as principais funções de nosso software. Eles ficaram encantados ao descobrir que a tecnologia solucionaria muitos dos problemas enfrentados em campo. Daí em diante a minha função foi deixar Juan e Hirvn experts em Strider para que eles pudessem repassar aos demais técnicos e gestores que iriam utilizar o tablet, como coletar os dados e ter acesso às inúmeras análises, gráficos e relatórios que a plataforma proporciona. E não há melhor lugar para aprender do que o campo!

Ao fim do dia, aproveitei para acompanhar de perto a colheita. Haviam áreas em estágios evolutivos avançados e tive a sorte de estar lá nessa etapa! Confesso que fui tão bem acolhido que neste momento me senti entre parceiros. Conversamos sobre nossas culturas, carnaval, e o estilo de vida no Brasil. Também me contaram um pouco sobre a região de Sinaloa, música e a tão conhecida culinária Mexicana!

No terceiro e último dia, acertamos os últimos detalhes e minha tarefa estava concluída. Juan me levou ao aeroporto, ao som do Norteño, um ritmo regional e nos despedimos. Voltei ao Brasil feliz pelos novos amigos e principalmente, pelo trabalho realizado! E, claro, por contar com mais um cliente da Strider satisfeito pelo mundo! ¡Misión cumplida!

No México, o PROTECTOR foi contratado pela Syngenta para complementar o trabalho realizado no programa “Incrementa Papa”. O programa foi criado para auxiliar o monitoramento e orientar aplicações no cultivo de batata.

Implantação foi parte do programa “Incrementa Papa”
Implantação é parte do programa “Incrementa Papa”. Foto: Rafael Malacco

Fotos: Rafael Malacco

Assine a Revista Strider gratuitamente, envie sugestões de reportagens, dúvidas e novas ideias no e-mail: [email protected] Clique aqui e acesse a 2ª edição da publicação.

Leia mais notícias e novidades no Blog Por Dentro do Agro. Acompanhe nossas redes sociais em Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.