Uso de hidrogel no plantio aumenta produtividade no café

0

Por Alice Dutra – Strider

Atualmente, no Brasil, cerca de 233 mil hectares que cultivam café são irrigados e mostram grande potencial produtivo. Mas é evidente que algumas regiões apresentam baixa disponibilidade de água, prejudicando o crescimento e o desenvolvimento dos cafezais.

O problema faz surgir cada vez mais tecnologias que visam manter a umidade no solo. Essas inovações
evitam altos índices de replantio, muitas vezes responsáveis por elevar consideravelmente
o custo de produção da plantação. Diante desta realidade, alunos e professores da Universidade Federal de Lavras (UFLA-MG) criaram uma alternativa para reter a água durante as chuvas ou mesmo durante o processo
de irrigação: o uso do hidrogel hidratado nas covas de plantio.

Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade mostrou que este polímero ajuda na fixação da
água nas raízes das plantas. Classificado como “sintético”, o hidrogel é um pó branco muito usado na composição de fraldas higiênicas, por exemplo, para deixar os bebês secos. Nas plantas, descobriu-se que ele poderia evitar grandes perdas de produção.

FIM DO ESTRESSE HÍDRICO 

Ao aplicar hidrogel dentro das covas de plantio, foi notado o crescimento e desenvolvimento do café
desde a formação da sua muda, elevando a qualidade da safra. “Essa qualidade é defi nida por uma
lavoura sem falhas, com plantas maiores e com capacidade de frutifi car antes quando comparadas
com lavouras sem a utilização dessa tecnologia”, conta Rubens José Guimarães, pesquisador e chefe
do Departamento de Agricultura da UFLA-MG. Os pesquisadores observaram que as plantas que
receberam o polímero hidratado tiveram a água retida por mais tempo no solo, próximo às raízes,
sem apresentarem sintomas de estresse hídrico.

A consequência final foi um baixo índice de replantio, o que impacta positivamente nos agronegócios.
“Por ser uma lavoura perene, com uso do hidrogel no café ela permanecerá economicamente viável por cerca de vinte anos”, completa Guimarães.

POLÍMERO NA PRÁTICA

Em períodos de pouca chuva ou ocorrência de veranicos, que podem comprometer a formação de lavouras, o cafeicultor pode utilizar a técnica no momento do plantio das mudas.

Capturar

O hidrogel não é tóxico e é biodegradável, sendo decomposto no solo após seu efeito como condicionador.
O polímero pode ser encontrado em cooperativas e casas de produtos agrícolas por cerca de R$30,00 o Kg.

“Mas essa não é a única técnica disponível. Adubação verde, aproveitamento de matéria orgânica e conservação do solo não podem ser esquecidas”, afi rma Guimarães. O pesquisador ressalta que a escolha do
hidrogel como condicionador de solo promete ajudar e muito na otimização de água na agricultura, mas as
antigas técnicas continuam tendo papel fundamental na busca pela qualidade de plantio.

Assine a Revista Strider gratuitamente. Clique aqui e acesse a 5ª edição da publicação.

Leia mais notícias e novidades no Blog Por Dentro do Agro. Acompanhe nossas redes sociais em FacebookInstagramLinkedIn e Youtube.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.